Para entregar a Petrobras, os golpistas anunciaram o seu fim

Para entregar a Petrobras, os golpistas anunciaram o seu fim

Para entregar a Petrobras, os golpistas anunciaram o seu fim – Foto: Reprodução

Golpistas fizeram questão de decretar o fim da Petrobras e denegrir a sua imagem para atingir o governo Dilma; no fundo queriam e querem privatizá-la.

Em 2015 nenhuma empresa brasileira apanhou na mídia como a Petrobras; políticos da então oposição a denegriam em pronunciamentos catastróficos que anunciavam o seu fim. Para eles, esta era uma maneira de atingir o governo e estabelecer na opinião pública os planos de entrega do pré-sal.

O capital financeiro internacional exercendo a sua sombria influência, permitiu que, com os golpistas no poder, a Petrobras não fosse mais achincalhada na mídia e fosse considerada vítima (como de fato é) no esquema de corrupção da Lava Jato.

Hoje se sabe que a Petrobras cresceu em 2016. Mas perdeu o direito de explorar individualmente os campos do pré-sal; perdeu a oportunidade de mostrar ao mundo como somente ela domina a tecnologia de exploração de petróleo na camada do sal.

De acordo com informações do Jornal do Comércio, a petroleira brasileira conseguiu melhores resultados em 2016:


Apesar de amargar, em 2016, resultados financeiros desanimadores grande parte das maiores empresas brasileiras de capital aberto teve pelo menos um motivo para comemorar. Se, por um lado, muitas registraram prejuízo recorde, por outro, elas não só recuperaram o valor de mercado perdido em 2015, como foram além.

No ano passado (2015), as companhias listadas haviam se desvalorizado em R$ 253,5 bilhões, segundo levantamento da Economática. Neste ano, entretanto, elas ganharam R$ 563 bilhões, com a Petrobras sendo responsável por quase 20% desse total.

O valor de mercado da petroleira passou de R$ 101,3 bilhões no fim de 2015 para R$ 209,4 bilhões, incremento de 106,7% – apesar de um prejuízo líquido de R$ 17,3 bilhões nos nove primeiros meses do ano, o maior da bolsa brasileira no período em valores absolutos.


E daqui a pouco, aqueles que decretaram o fim da maior empresa brasileira, estarão alardeando que a salvaram. O que eles sabem mesmo é entregar.

Deixe um Comentário!