‘Brasil pra frente, Lula presidente’

‘Brasil pra frente, Lula presidente’

‘Brasil pra frente, Lula presidente’ – Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Acossado pelos justiceiros de Curitiba, Lula não precisava de mais nada a anão ser abrir que será candidato em 2018. A guerra começa agora.

Sérgio Moro forçou Lula a ser candidato em 2018; na pior das hipóteses, mesmo barrado pela Justiça que se insurge há dois anos em seu encalço, o ex-presidente pode determinar os resultados da corrida presidencial apoiando um candidato.

A expressão enfática ‘Nós vamos voltar’, proferida diante dos trabalhadores rurais do MST, provocará retaliações imediatos da República de Curitiba. É sempre assim: os procuradores reagem aos discursos do ex-presidente como adversários políticos e ideológicos. Não demora até surgir novo boato na mídia.

Entretanto, os adversários de Lula ainda não perceberam que ele surge como uma alternativa; as pesquisas o colocam na liderança, assim como o eleitorado, sem estímulos de informações ou alternativas, o recorda como melhor presidente do Brasil.

Na mira dos justiceiros de Curitiba, Lula, entretanto, parece vislumbrar que a candidatura é a melhor saída para combater as injustiças contra ele cometidas. As provas tão esperadas pela direita delirante brasileira ainda hoje não foram expostas.

Os procuradores do Ministério Públicos parecem exaustos em compartilhar com a mídia os indícios de crime que não podem provar; disse recentemente o apresentador da TV Record, Marcelo Rezende, que não se pode acusar alguém sem expor as provas do seu delito.

É cada vez mais despropositada a perseguição a Lula, já reconhecida por notáveis juristas como prática de lawfare. Isso não impede, entretanto, que Lula volte a recriar utopias.

Ontem (11), em Salvador houve uma demonstração de que para o Brasil seguir em frente, precisa de Lula presidente. A destruição do estado de bem estar social começa a destruir marcas de um Brasil, que, por exemplo, saiu do mapa da fome, da ONU.

É hora de reagir a todos os retrocessos e perseguições. Não há mal que sempre dure!

3 Comentários

Escreva um comentário