UPAs vão atuar com metade dos médicos

UPAs vão atuar com metade dos médicos

UPAs vão atuar com metade dos médicos – Foto: Reprodução

No modelo mais simples, UPAs poderão funcionar com apenas dois profissionais: metade do que o obrigatório no modelo em vigor.

Do Zero Hora:


Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) poderão funcionar com um número menor de médicos do que o mínimo exigido atualmente. A mudança, anunciada nesta quinta-feira pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, é a estratégia encontrada pela pasta para tentar colocar em operação unidades que estão construídas e que estão fechadas por falta de interesse dos municípios.

No modelo mais simples, UPAs poderão funcionar com apenas dois profissionais: metade do que o obrigatório no modelo em vigor.

— É melhor dois médicos do que nenhum — respondeu o ministro, ao ser questionado se a alteração não colocaria em risco a qualidade de atendimento. — O Brasil precisa cair na real. Os municípios não têm capacidade de contratar médicos. É melhor do que UPA fechada — concluiu.

(…)

A nova regra, que será publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial, amplia as opções de UPAs para oito níveis. No mais baixo, serão necessários apenas dois médicos, que deverão se dividir para trabalho em turnos 12 horas. As exigências para UPAs do maior porte da tabela não foram alteradas. Elas poderão funcionar com um mínimo de nove médicos.

(…)


[color-box color=”white”]NP

 

 

Imaginem os senhores quando a PEC 55 entrar em vigor. E os golpistas juram de pés juntos que não haverá cortes na Saúde e na Educação. Ora, os cortes estão aí! [/color-box]

2 Comentários

  • ESSE BABACA NÃO SABE O QUE DIZ NEM DIZ O QUE SABE,JÁ QUE DE NADA SABE, SÓ ESTAR A.IR, PORQUE QUANDO UMA NAÇÃO SE VIRA UM LIXO TEM QUER TER UM VASO PARA COLOCA-LO, E ESSE É PIOR QUE EXISTE.

Escreva um comentário