PSDB prepara golpe contra Temer

PSDB prepara golpe contra Temer

PSDB prepara golpe contra Temer – Foto: Orlando Brito

O PSDB prepara um golpe para extinguir de uma vez por todas o governo de Michel Temer. Governo golpista teria um novo chefe tucano em março de 2017.

Saiu na Folha, por Marina Dias:


PSDB cogita fim de governo Temer e eventual eleição de FHC

A tempestade perfeita que começou a se formar nos arredores do Palácio do Planalto, com a combinação de abalos políticos e econômicos, intensificou o desconforto e tornou indócil o principal aliado de Michel Temer: o PSDB.

Embora a determinação da cúpula tucana seja manter o apoio ao governo, há no partido quem cogite a possibilidade de Temer não terminar o mandato, em razão de denúncias que possam surgir com a delação da Odebrecht ou mesmo se o Tribunal Superior Eleitoral decidir cassar a chapa Dilma-Temer.

Somado a isso, a economia recuou pelo sétimo trimestre consecutivo e mostrou que a receita de ajuste de Henrique Meirelles não deve gerar resultados tão rápido.

Parlamentares do PSDB já falam em março como a data limite para que a economia mostre reação e Temer consiga pelo menos imprimir a imagem de presidente que colocou em ordem as contas públicas.

Caso contrário, especulam os mais pragmáticos, cogita-se o nome de Fernando Henrique Cardoso como opção em eventual eleição indireta, com a decisão do TSE chancelada a partir do início de 2017.

O movimento dos tucanos não é necessariamente conspiratório. Aliás, o melhor para o PSDB é que o governo funcione, aplicando medidas impopulares, como o ajuste e a reforma da Previdência, e pavimente (para eles) o terreno em 2018.

Cientes da máxima de que não há espaço vazio na política, os tucanos fazem projeções. Temer, por sua vez, tenta se antecipar a essa leitura e avalia dar mais espaço ao PSDB, que pede e agora vai ter maior participação nas decisões estratégicas do governo federal.

Um dos principais auxiliares do presidente mostra que entendeu a engrenagem e diz que os tucanos não podem ser tratados como o PT tratou o PMDB na gestão Dilma.

Isso porque, na realpolitik, sempre há um plano B, ou C, e o presidente Michel Temer sabe disso.


3 Comentários

  • A velha máxima de que a “História sempre se repete” está em gestação para acontecer!… A UDN de 64 há muito afastada do Poder ‘articulou juntamente com a Elite dominante – grande mídia e apoio da CIA’, a revolução de 64, com o objetivo de afastar de vez a possibilidade do grande JK voltar à Presidência em 65. Tomaram o poder usando as ‘forças armadas’ e deu no que deu!… Agora, a partir do resultado das eleições de 2014 em que não conseguiram ‘tomar o poder’ via votos, o PSDB articulou o ‘golpe’ para afastar a Dilma e liquidar com o PT, para isto usando dos ‘outros bandidos mafiosos’ do PMDB. Agora para pavimentar o seu retorno necessário se faz também desmantelar o PMDB, seus comparsas no golpe. E como são ‘especialistas’ nesse jogo criaram e alimentaram a ‘Lava Jato’ para cumprir esse papel. Daí os… “NÃO VEM AO CASO”… quando quaisquer delações ou denúncias atingem algum chefão do PSDB. ACORDA BRASIL!…

Escreva um comentário

Os comentários publicados são de total responsabilidade dos seus autores, portanto, não representam a opinião do site Nossa Política, exceto quando nos pronunciarmos oportunamente em resposta aos leitores. Contamos com o bom senso e a educação dos navegantes. Comentários serão moderados em, no máximo, uma hora.

Powered by keepvid themefull earn money