Karnal: Como Temer e Moro, Hitler também foi “o homem do ano”

Karnal: Como Temer e Moro, Hitler também foi “o homem do ano”

Karnal: Como Temer e Moro, Hitler também foi “o homem do ano” – Foto: Reprodução

O filósofo e historiador Leandro Karnal explicou que como Temer, Moro e Trump, Adolf Hitler também foi escolhido o “homem do ano”.

Leandro Karnal é uma das vozes mais requisitadas para abordar o momento vivido pelo Brasil; a guinada à direita, entretanto, é um fenômeno mundial e que nos faz ver como a heroicidade e a intocabilidade de ídolos da direita são prejudiciais à construção de um diálogo entre forças, o que poderia retirar o Brasil da crise.

Para ele, jornalisticamente, a escolha de Donald Trump (Time) e de Michel Temer (IstoÉ) como homens do ano se dá de maneira acertada, afinal, eles foram protagonistas de fatos importantes em seus respectivos países; e este não é um prêmio de ética do jornalismo.

O historiador lembra que em 1936 Hitler foi escolhido ‘o homem do ano’, na Alemanha, e de fato havia sido uma das figuras mais importantes para aquele país, ainda que um assassino, fascista.

Estes prêmios, segundo Karnal, podem ser comparados ao Oscar, por exemplo; eles envolvem muito mais questões de interesse mercadológico ou político e não propriamente uma premiação baseada na ética ou numa preferência unânime.

3 Comentários

Escreva um comentário

Os comentários publicados são de total responsabilidade dos seus autores, portanto, não representam a opinião do site Nossa Política, exceto quando nos pronunciarmos oportunamente em resposta aos leitores. Contamos com o bom senso e a educação dos navegantes. Comentários serão moderados em, no máximo, uma hora.

Powered by keepvid themefull earn money