Nossa Política » Notícias » A campanha publicitária de Sérgio Moro
Notícias

A campanha publicitária de Sérgio Moro

A campanha publicitária de Sérgio Moro - Foto: Reprodução
A campanha publicitária de Sérgio Moro – Foto: Reprodução
Outdoors surgem em diversas cidades brasileiras; o juiz Sérgio Moro aparece como garoto-propaganda da Lava Jato.

Um juiz que aparece em outdoors. Uma operação policial puramente midiática; um procurador que tem um marqueteiro. Detalhes que mostram como a Lava Jato é uma eterna luta pela busca de holofotes.

Os outdoors com a imagem de Sérgio Moro se multiplicam pelo Brasil inteiro. É preciso saber quem pagou por esta publicidade. Somente uma sociedade doentia como a brasileira seria capaz de alçar aos píncaros da santidade a imagem de um juiz seletivo e parcial como o Moro.

Alguém quer construir a imagem de Moro como um político.

E começaram pelos outdoors.

Vanitas vanitatum et omnia vanitas.

taubate

 

Divinópolis
Divinópolis

 

Goiânia
Goiânia


12 Comentários

Clique aqui para escrever um comentário

  • Existe uma guerra midiática em prol de uma ditadura econômico judicial. Esta na hora de reagir com a guerrilha urbana, pelo que vejo. Cada outdoor pode ser derrubado, danificado, pintado por cima, retirado de onde estiver. É uma violência tão grande colocar um cara fascista em outdoor fazendo propaganda de lei. Se isso aparecer perto da minha casa eu mando derrubar.

  • Talvez devêssemos, então, colocar o Lula no outdoor, que é réu da Lava-Jato e julga ser um mito um dos grandes ditadores (ou até mesmo assassino, como tantis cubanos alegam) da história da humanidade (Fidel Castro). Ou quem sabe a Dilma, que, como seu antecessor, nunca sabe de nada, fechando péssimos negócios milionários sem ao menos ler um contrato e baixando a linha da pobreza para dizer que tirou muitos de lá. Ou qualquer outro metido a comunista, que fala em igualdade social, mas que na verdade não tem coragem de passar um dia sequer na pele desde mesmo povo que diz respeitar.
    Quem sabe devemos honrar algum outro dessa esquerda falaciosa que temos no Brasil, que mantém um discurso público bem “social”, mas se mantém no mais profundo capitalismo.
    Quem sabe, então, devemos colocar em outdoor o autor desse artigo, que fez… que fez… que fez o quê mesmo? Bem… já é melhor do que os demais citados.

    • Um cidadão, desinformado ou BURRO, você fala de Cuba sem nunca ter estado lá, os cubanos que alegam, ser Fidel Castro um assassino, são OS LAMBEDORES DE BOTAS DOS AMERICANOS, que lavam LATRINAS EM Miami, comparar o Lula com Sérgio (TUCANO) moro, o juiz GLOBAL é o mesmo que comparar PUDIM COM BOSTA, quem sabe você num OUTDOOR, pela importância que representas, para o país. Quem passa um dia na pele do povo são os que agora estão no governo, CAGANDO E ANDANDO PARA O POVO.

      • Wanderley, nunca fui a favor deste governo, nem do anterior e nem duma possibilidade tucana; apenas para constar.
        De fato, nunca estive em Cuba. E você? Minhas palavras baseiam-se no que estudo sobre o tema e no que a mídia aponta (todas as mídias, não apenas a global).
        Sobre eu estar em outdoor, agradeço pela indicação (ok… um pouco de sarcasmo aqui…), mas acredito que há muitos que fizeram muito mais pelo país do que eu; entre eles, o juiz Sérgio Moro.
        Agora, sobre me chamar de burro, não entendi a razão de sua ofensa. Você não me conhece e nem eu te conheço; então nenhum de nós temos qualquer embasamento para fazer qualquer juizo de valor um do outro. Acho uma pena ver que muitos hoje adotam como recurso primário a violência e/ou a ofensa para expressar suas ideias. Me ofender não irá endossar o que você diz e nem fará com que seu ponto de vista tenha mais valor do que o quê ja é lhe devido e nem fará com que minha opinião seja depreciada.
        O fato de termos opiniões conflitantes não é pretexto para ofender um ao outro. Se queremos um governo que respeite o cidadão, porque não começarmos nós a respeitar um ao outro?

      • Cidadão, se você se sentiu ofendido, eu tenho hombridade, para lhe pedir desculpa, mas chamar o Lula de ASSASSINO, é o que ELOGIO, o juiz moro, é comprovadamente TUCANO, e gosta de HOLOFOTES, receber 77.000,00 reais por mês, é próprio de quem está preocupado, em acabar com a CORRUPÇÃO. A Presidente Dilma que foi tirada através de um GOLPE, voltou para seu ap. no RS, enquanto os CANALHAS, que a golpearam, CITADOS VARIAS VEZES, na lava jato, continuam em suas MANSÕES. Onde está a JUSTIÇA.

  • Brasil, um país de frouxos desarmados, massa de manobra onde até um poste é seu deus e seu herói imposto e aceito. Até a violência é algo relativo e seletivo, pois morre-se baleado, esfaqueado, atropelado, envenenado o povão, mas há um público “nobre” que não se arrisca e não sofre praticamente quase nenhuma agressão, pois viajam em aviões nas primeiras classes, viajam em seus jatinhos, elicopteros, lanchas, iates caros, carros blindados com motoristas particulares, e enfim, eles é que fazem nossas extatisticas de violências no país. Fica claro que a grande massa vive-se dos seus instintos bestiais de sobrevivência, e este outro público seleto, a “elite”grosseiramente utiliza um pouco mais o intelecto, nos desarmando, anulando nossos parcos direitos, aumentando nossos impostos, obrigando-nos à trabalharmos até morrermos. Nos nossos aspectos e perspectivas de sonhos culturais politicos nos impõe o já aceito nacionalmente o santo deus e herói idiota do poste, que gosta de holofotes apesar de letrado, é um burro manipulado midiático, centro de picadeiro inflamado.

  • Realmente o Moro é seletivo, tem a predileção por político safado e pilantra, hoje os únicos que morrem de medo dele. Nesse saco de ladrões tem deputados e senadores da direita e da esquerda, se duvidar, maisvda metade desse Congresso de pilantras.

  • Difícil comentar, dado o nível das disputas. Mas deixo-lhes um bordão: o poder absoluto corrompe absolutamente. Logo, quem tem poder tem que ser fiscalizado.

  • Que Sérgio Moro é um fascista, disto ninguém tem dúvida. Que ele anda de braços dados com os EUA, muito menos. Agora, que tem gente que o defenda, mesmo lendo sites como este daqui, só muita burrice mesmo.

  • Só Lula pode resolver este problema de ditador fascista sendo alçado ao posto de defensor da moralidade. Porque sua moral está além dos postadores de ofensas a ele. Quem quiser saber como se destrói a imagem de alguém leia, pelo menos, O Quarto Poder, de Paulo Henrique Amorim. Seja bem informado pra depois falar de Lula. Senão, você não passa de um capacho da mídia.

Receba Notícias!