Pimenta aos procuradores: “Estão fazendo chantagem ao Parlamento”

Pimenta aos procuradores: “Estão fazendo chantagem ao Parlamento”

Pimenta aos procuradores: “Estão fazendo chantagem ao Parlamento” – Foto: Câmara dos Deputados

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) voltou a afirmar que ao aprovar a matéria sobre abuso de autoridade dos membros do Judiciário, o parlamento mostrou que “todos são iguais perante a lei”.

Vice-líder do PT na Câmara, o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) voltou a afirmar, na tarde desta quarta-feira (30), que ao aprovar matéria sobre abuso de autoridade para magistrados de membros do Ministério Público, a Câmara dos Deputados deu uma demonstração à sociedade brasileira de que “todos são iguais perante a lei”. Segundo o parlamentar, a decisão foi um gesto “básico” para que ninguém esteja acima da lei.

O deputado lembrou que juízes, desembargadores e procuradores desfrutam de uma série de privilégios, e que não toleram ser tratados como cidadãos comuns. “Eles dizem, nós criamos as nossas regras. Abuso de autoridade, sim, para deputados, delegados, servidores públicos, mas não para nós. Não é a ralé que vai saber tratar isso (a nossa conduta)”.

Pimenta ressaltou que compreende a revolta de juízes e membros do MP contra a proposta de abuso de autoridade, pois, conforme o parlamentar, esses servidores quando prestaram concurso para esses cargos, fizeram na expectativa de encontrar privilégios e proteções, para deixar de ser mais um brasileiro, mais uma brasileira comum. “Não respeitam a lei do teto salarial. Só o que falta um juiz ou um promotor ser multado por um agente de trânsito”, ironizou Pimenta.

Paulo Pimenta é jornalista e deputado pelo PT do Rio Grande do Sul.

3 Comentários

  • Se todos são iguais perante a lei, porque eles, deputados e senadores teimam em manter fórum privilegiado? Porque trabalham só três dias por semana? Porque recebem auxílio para tudo e mais um salário nababesco? Até para arrumar justificativa eles mentem

  • “Medo de ser feliz”! Não se pode ser feliz…A felicidade não é deste mundo. Então porque nascemos, sofremos e morremos? Os alegres e felizes jovens tiveram seus sorrisos e comemorações brutal e repentinamente interrompidos …arrancados cruelmente de seus rostos e de nossas vidas, amigos e parentes. E eles postumamente nem saibam que morreram. Somenos nós que ficamos e continuamos neste vale de lágrimas. Como podemos ser felizes?

Deixe um Comentário!