Fundação Internacional dos Direitos Humanos: É golpe!

Fundação Internacional dos Direitos Humanos: É golpe!

Fundação Internacional dos Direitos Humanos: É golpe! – Foto: Marri Nogueira/Agência Senado

A Fundação Internacional dos Direitos Humanos divulgou nota em que condena o golpe contra Dilma e reconhece a petista como única autoridade eleita do Brasil.

A Fundação Internacional dos Direitos Humanos publicou nas redes sociais uma declaração para expressar a sua oposição ao golpe camuflado sob uma roupagem institucional, realizado com o único propósito de ignorar os resultados das eleições de 2014.

Consequentemente, eles anunciam que reconhecem unicamente a presidenta Dilma Rousseff como autoridade democraticamente eleita da República Federativa do Brasil.

Confira a nota na íntegra:


Fundação Internacional dos Direitos Humanos

Comunicado da Fundação Internacional dos Direitos Humanos sobre a destituição da presidenta do Brasil, senhora Dilma Rousseff.

Consideramos ilegítimo – como ele não se baseou em comportamentos passíveis de julgamento político – o processo de destituição realizado contra a presidenta Dilma Rousseff e expressamos nossa absoluta rejeição a este golpe de Estado camuflado sob uma roupagem institucional, perpetrado com a intenção de ignorar os resultados eleição.

Dessa forma, reconhecemos unicamente à Dilma Rousseff como autoridade democraticamente eleita da República do Brasil.

A própria democracia é o que está em jogo na América Latina, ameaçada por aqueles que estão a perder os seus privilégios. Neste contexto, não podemos ser neutros. Como sempre, estamos ao lado dos direitos humanos.

Madrid, 02 de setembro de 2016.

Fundação Internacional dos Direitos Humanos: É golpe!


1 Comentário

Escreva um comentário